domingo, 14 de dezembro de 2008

Lançamento de coletânea com autores do Quarto Mundo

Lançamento Prática de Escrita - Histórias em Quadrinhos
20 de dezembro (sábado) - 19h30
Livraria HQMIX
Praça Roosevelt, 142, São Paulo

Prática de Escrita – Histórias em Quadrinhos
Organização: Carlos Andrade & Silvio Alexandre
Formato: 16x23cm
Quantidade de páginas: 104
Capa: cor
Miolo: P/B



Os autores
A. Moraes, André Diniz, André Caliman, Alex Mir, Alex Rodrigues, Antonio Eder, Bira Dantas, Cadu Simões, Chicolam, Cristiane Drews, Daniel Esteves, Dark Marcos, Ebbios, Edu Mendes, Fabiano Barroso, Felipe Cunha, Fernando Cypriano, Gil Tokio, Heringer, Jean Okada, Jeff Batista, Jozz, Laudo Ferreira Jr., Leonardo Melo, Leonardo Santana, Márcio Luiz, Marlon Tenório, Pablo Mayer, Paulo Kielwagen, Piero Bagnariol, Ric Milk, Ricardo Marcelino, Rodrigo Alonso, Sergio Chaves, Viviane Cris, Wagner Passos, Wanderson de Souza, Wellington Srbek, Will.

As histórias em quadrinhos representam uma vertente da arte contemporânea que vai além do mero entretenimento. Elas podem veicular conteúdos elaborados de crítica social e registrar com criatividade os costumes de uma época, permitindo reflexões enquanto divertem e até comovem.Atualmente, observa-se, em quase todas as áreas do conhecimento, uma intensa aproximação dos quadrinhos das práticas pedagógicas, como ferramenta paradidática e atividade multidisciplinar. É muito comum a publicação de livros didáticos que incorporaram a linguagem dos quadrinhos em seus textos e às atividades apresentadas como complementares para os alunos.Recentes pesquisas têm indicado que a simples leitura de quadrinhos melhora a proficiência de alunos e, mais ainda, se bem utilizadas, elas podem ser uma forte aliada do professor em seu processo didático, dinamizando suas aulas, ampliando a motivação de seus alunos e conseguindo melhores resultados no processo de ensino e aprendizagem.Em muitos países, os próprios órgãos oficiais de educação passaram a reconhecer a importância de se inserir as histórias em quadrinhos no currículo escolar, desenvolvendo orientações específicas para isso. É o que aconteceu no Brasil, por exemplo, onde o emprego dos quadrinhos já é reconhecido pela LDB (Lei de Diretrizes e Bases) e pelos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais). As histórias em quadrinhos reunidas aqui neste álbum demonstram suas diversas possibilidades e características: ângulos, tipos de balões, formato das letras, quadrinhos com texto, quadrinhos sem texto, as estratégias narrativas, a mescla entre visual e verbal no processo de leitura, mas acima de tudo, mostram que os diversos elementos dos quadrinhos ultrapassam a simples leitura da imagem, com uma escrita cheia de significados.
Silvio Alexandre
Curador do Prêmio Fnac Novos Talentos

Carlos Andrade
Doutor em Língua Portuguesa pela PUC-SP e Professor Titular de Língua Portuguesa na Universidade Cruzeiro do Sul. Nos últimos 18 anos, dedicou-se ao ensino superior, tanto na graduação, quanto na pós-graduação, desenvolvendo pesquisas na área de Letras e Linguística Aplicada relacionadas à leitura e à produção de textos, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Há mais de 10 anos, atua em gestão acadêmica universitária, atualmente, exercendo a função de Pró-Reitor de Graduação na Universidade Cruzeiro do Sul. É autor e organizador de obras acadêmicas. Conferencista com trabalhos publicados no Brasil e no exterior. É avaliador do INEP-MEC, responsável pela avaliação de cursos da área de Letras.

Silvio Alexandre
Editor e produtor cultural, criou e dirigiu várias coleções de literatura fantástica para as editoras Aleph, Mercuryo, entre outras. Foi editor executivo da Devir Livraria, especializada em livros de RPG (Role Playing Game), fantasia, ficção científica, horror e quadrinhos. Também foi gerente de marketing da Conrad Editora e da Pixel Media, empresas especializadas em quadrinhos. Atuou como jurado em Festivais de Humor e Quadrinhos. É organizador do “Fantasticon - Simpósio de Literatura Fantástica”, e dos Festivais de Quadrinhos da Fnac, em São Paulo, Brasilia, Curitiba e Porto Alegre. É membro da Comissão Organizadora do Troféu HQMIX, o principal prêmio dos quadrinhos no Brasil. É curador do Prêmio Fnac Novos Talentos - Quadrinhos.

Quarto Mundo
O Quarto Mundo fez sua estréia no 5º FIQ - Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte/MG. O movimento comemora seu primeiro ano de existência. Um ano marcado por vários acontecimentos, sempre batalhando para que os autores nacionais conquistem seu espaço. Tudo o que aconteceu até o presente momento só foi possível graças à união dos quadrinistas de todo o Brasil.Individualmente os integrantes do grupo conquistaram oito Troféus HQMIX (desenhista e roteirista revelação, publicação independente de autor, de grupo, especial, de bolso, site de autor e tese de graduação) o grupo, como um todo, recebeu o prêmio de Contribuição do Ano. Não houve um evento de quadrinhos, sobretudo em São Paulo, desde julho de 2007, em que o coletivo não estivesse presente, seja vendendo quadrinhos, divulgando seu trabalho, dando palestras, entrevistas, oficinas e afins.

Marcadores: , , , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial